Memória Cinematográfica

Menu

Os Invasores

Estreia 19 outubro 2007

Mais uma vez, a invasão alienígena na Terra é tema de filme. Depois do clássico “ET – O Extraterrestre”, nos anos 1980, de Steven Spilberg, “Independence Day”, o recente “Guerra dos Mundos” e por aí vai, chega aos cinemas nesta sexta-feira, dia 19 de outubro, o longa-metragem “Invasores” (“The Invasion”), que fala sobre o domínio de ETs sobre os terráqueos.

Tudo começa quando noticiários da TV americana informam que uma nave espacial caiu próximo a Dallas e Washington, onde pôde ser visto uma grande explosão iluminando o céu. Os destroços, porém, eram a grande preocupação das autoridades, mas moradores próximos ao local da queda contam que uma estranha substância foi encontrada presa aos restos do ônibus espacial. No entanto, mesmo sabendo que aquela substância talvez seja perigosa, ninguém dá atenção, até que a psiquiatra Carol Bennell (Nicole Kidman) começa a perceber estranhos fatos ao seu redor, principalmente por conta de depoimentos de suas pacientes e também de uma substância impregnada na fantasia de Halloween de seu filho Oliver (Jackson Bond).

Então, ela pega a tal substância e entrega ao seu melhor amigo, o médico Ben Driscoll (Daniel Craig), para que leve ao laboratório para pesquisá-la minuciosamente. E é este pesquisador, o médico Galeano (Jeffrey Wright), que descobre que a substância é um fungo de origem desconhecida que ataca o DNA humano enquanto a pessoa dorme, transformando-o em um ser sem emoções. E depois que acorda, começa a atacar outros seres humanos para aumentar a quantidade de alienígenas e, assim, controlar tudo, dominar o mundo.

Na verdade, o ataque não acontece por intermédio de um extraterrestre, mas sim por uma espécie de vírus que é capaz de se proliferar.Dirigido por Oliver Hirschbiegel (“A Queda! As Últimas Horas de Hitler”), o thriller é baseado no romance de Jack Finney, “The Body Snatchers”. Tenso e escuro durante todo o tempo de projeção, apenas é hilária uma passagem que acontece durante um jantar regado a champanhe e caviar, quando personagens trocam faíscas entre russos e tchecos.

Embora Nicole Kidman, que dá conta do papel principal na fita, tenha beleza e sedução de sobra, falta um pouco de interpretação nos momentos cruciais. No entanto, ainda assim ela consegue segurar o filme, interpretar uma mãe superprotetora, que quer garantir a saúde e segurança do filho, e para isso luta contra todos. Como acaba sendo infectada, ela não pode dormir e procura o máximo de pílulas que a mantenham acordada por mais tempo, até que consiga uma vacina contra a substância (e vai disfarçando, mostrando nas ruas que não tem emoções, como todo infectado deve ser).

Enquanto procura essas tais pílulas, ela realmente mostra o nervosismo, a tensão, a verdade que está desesperada. E atinge o espectador, que torce para que ela consiga ter sucesso ao final.”Invasores” é um bom suspense e trata de um tema recorrente no cinema, mas de maneira atual e com realismo. Com tanta paranóia que existe no mundo contemporâneo, não será de se estranhar se alguém sair da sala de cinema disfarçando as próprias emoções.

Mais Lidas

Veja também