Subscribe via RSS

Os Infiltrados

10 nov 2006

written by Tatiana Babadobulos

Às vezes Hollywood surpreende. Cineastas consagrados por trabalhos autorais vez ou outra precisam fazer a bilheteria render milhões de dólares e acabam transformando alguns trabalhos em projetos extremamente comerciais. Ou, então, simplesmente não fazem nem sucesso nem sagram-se bons autores.

O diretor Martin Scorsese, por exemplo, não foi tão bem-sucedido em suas duas últimas parcerias com Leonardo DiCaprio, quando filmaram “Gangues de Nova York” (2002) e “O Aviador” (2004). Desta vez, porém, é bem diferente.

No final de semana de estréia nos Estados Unidos, a bilheteria de “Os Infiltrados” (“The Departed”) rendeu um bom número: US$ 27 milhões.

Por aqui, o longa-metragem fez suas primeiras apresentações em São Paulo durante a 30ª Mostra Internacional de Cinema, mas a estréia nacional está apontada para esta sexta-feira, dia 10 de novembro, e tem tudo para reconquistar os fãs de bons filmes,  como o clássico “Taxi Driver”, além de “Os Bons Companheiros”, “Cassino”.

A fita se passa em Boston, onde o Departamento Estadual de Polícia de Massachusetts tenta combater o crime organizado da cidade comandado por Frank Costello, personagem do ótimo Jack Nicholson. Do outro lado, Costello faz com que um homem seu ganhe a confiança dos seus superiores dentro da polícia para poder enviar informações ao chefão.

Embora haja evidências de que existem informantes dos dois lados, o mote da história é descobrir quem é o traíra e definitivamente eliminar as fofocas que rondam dentro da polícia e, claro, acabar com o reinado de Costello.

Os dois contam, sem saber, com a ajuda de Madolyn (Vera Farmiga), uma psiquiatra que lida com os jovens integrantes da polícia que estão prestes a perder a cabeça.

Bem movimentado, o longa-metragem entretém o espectador do começo ao fim, que acompanha as histórias paralelas, mas dificilmente consegue tomar algum partido, já que os atores são envolventes, faz com que DiCaprio tenha uma excelente performance (como pouco se viu no cinema).

O roteiro de William Monahan é baseado no suspense “Conflitos Internos”, lançado em 2002, em Hong Kong, e acompanha a direção de Scorsese em sua melhor forma, como há muito não se via.


Leave a comment

© 2024 Memória Cinematográfica