Subscribe via RSS

A Mostra e suas enormes filas

25 out 2007

written by Memória Cinematográfica

A Mostra e suas enormes filas

Saindo de uma cabine nesta semana no Unibanco Arteplex, por volta do meio-dia e meia, dei de cara com uma enorme fila do lado de for a da sala de projeção. Uma fila, não: duas enormes filas. Minha primeira reação foi levar um susto e comentar com dois colegas que estavam saindo ao meu lado:

– O que é isso?
– Fila para a Mostra – retrucou um deles.
– Tá, isso eu sei, mas quem não faz nada da vida e pode ficar plantado em filas de cinema a esta hora do dia?

Eu podia ficar ali parada, observando quem eram os tipos que ocupavam as filas de entrada da sala e da bilheteria, mas tinha muito que fazer da vida naquele momento.

A cena me fez refletir e pensar que, ok adoro cinema, no último domingo assisti a duas sessões duplas (ou seja, quatro filmes), mas não fico plantada em fila. Ir à Mostra é uma questão de prestigiar o evento, que já está em sua 31ª edição; ficar por dentro das produções do mundo que dificilmente chegariam até nós; assistir aos grandes lançamentos antes de todo mundo, mas, peraí, não é pra tanto.

E, a contar de um conselho daquele mesmo colega, “o que é bom, estréia depois”. E pronto: vai ter papo pra discutir no bar durante muito tempo!


Leave a comment

© 2023 Memória Cinematográfica